:: Anísio Teixeira ::

Nascido em 12 de julho de 1900, em Caetité, no sertão baiano, Anísio foi sempre um aluno brilhante, que acabou atormentado por uma dupla pressão: de um lado, os jesuítas queriam conquistá-lo para sua ordem, de outro, seu pai exercia sua força para que seguisse a carreira política. Depois de formar-se em Direito, foi nomeado Diretor de Instrução Pública da Bahia aos 23 anos e, em 1929, graduou-se no Teacher's College da Universidade de Columbia, onde confirmou-se sua vocação de educador e teve fim sua crise de fé. Nos Estados Unidos descobre a força da democracia, da liberdade de inteligência, e abrem-se suas perspectivas sobre inovações no campo educacional, baseadas, sobretudo, na filosofia pragmática de John Dewey.
Voltando ao Brasil numa fase de efervescência cultural em que vários intelectuais como Fernando de Azevedo, Afrânio Peixoto e Lourenço Filho mostravam-se mobilizados para reformar a educação, passa por momentos de intensa atividade e por outros - como o período em que o Estado Novo impunha sua força - nos quais vê-se compelido a abandonar a vida pública, voltando a morar no interior da Bahia e chegando a sócio de uma firma de importação e exportação. Neste livro, Luís Viana Filho acompanha todo o percurso de Anísio Teixeira no Brasil e no exterior, valendo-se de documentos que dão conta de sua experiência também como Diretor de Instrução e Secretário de Educação do Distrito Federal, membro do Conselho de Educação Superior da UNESCO, Secretário de Educação da Bahia, diretor do INEP e outros cargos importantes na área acadêmica. Um dos momentos de maior interesse desta obra é o que relata a fase em que, a convite do governador Otávio Mangabeira, empreende projetos ousados à frente da Secretaria de Educação da Bahia, como a criação de Centros de Educação Popular, que integram instrução básica (escola ativa) e atividades socializantes, dando ao aluno a oportunidade de atuar como estudante, trabalhador, esportista, artista e cidadão.
Sempre postulando idéias progressistas, Anísio enfrentou polêmicas com políticos, clero e imprensa, uma vez que suas idéias contrariavam uma série de privilégios e interesses de segmentos da sociedade. Como assinala Luís Viana Filho, Anísio "consumiu sua vida para servir à sociedade, ao coletivo, não ao individual", acreditando que a oportunidade de educação deveria ser igual para todos. Apesar de seu espírito inquieto considerar insatisfatórios os resultados de sua luta, conseguiu fazer sua revolução, aumentado substancialmente o número de escolas, mestres e alunos, implantando programas de treinamento para os professores, aprimorando a Lei de Diretrizes e Bases da educação e desenvolvendo vários outros projetos.
Nesta biografia, cada etapa de sua vida e obra é ilustrada por depoimentos de intelectuais que com ele conviveram como Monteiro Lobato, Fernando de Azevedo, Hermes Lima, Afrânio Peixoto, Paulo Duarte, Darcy Ribeiro e muitos outros, além do próprio autor deste livro, seu contemporâneo e amigo desde 1924. Luís Viana Filho que fez a revisão de ANíSlO TEIXEIRA - A POLÊMICA DA EDUCAÇÃO poucos dias antes de morrer, deixa uma obra de fundamental importância para educadores e todos aqueles interessados em conhecer grandes vultos de nossa história contemporânea.